Oferta!

Ponto cardeal

Léonor de Récondo

e-bookR$32,90

Capa Normal R$54,90 R$49,90

EM PRÉ-VENDA
– envios previstos para 30 de outubro.
– todos os livros comprados no mesmo pedido serão enviados sempre juntos.

_______________________________________________________
Por que comprar livros na pré-venda?
Porque além de ganhar descontos e garantir o seu lugar entre os primeiros a receber as obras, você também dá um enorme apoio às editoras independentes, que assim ganham fôlego para lançar novos títulos com regularidade.
_______________________________________________________

Dentro do seu carro, num estacionamento, Mathilda retira com cuidado a maquiagem do rosto, o vestido apertado, o sapato de salto altíssimo. Veste uma roupa de ginástica e então já não é Mathilda, mas Laurent, marido de Solange e pai de dois filhos. Quando percebe que incorporar uma persona feminina uma vez por semana já não é mais o suficiente, decide completar a transição. E abrir o jogo para a esposa e os filhos é só o começo dessa busca por sua verdade interior.

Léonor de Récondo é uma violinista e escritora francesa, nascida em 1976. Começou a tocar violino aos cinco anos, estudou nos Estados Unidos e seguiu carreira na música. Em 2010, lançou seu primeiro livro, o romance La grâce du cyprès blanc. Seu quarto livro, Amores, obteve o Grand Prix RTL-Lire 2015 e o Prix des Libraires 2015. Em 2017, lançou Ponto cardeal, laureado com o Prix du Roman des Étudiants France Culture-Télérama.

Outros livros de Léonor de Récondo

Título: Ponto cardeal
Autora: Léonor de Récondo
Literatura estrangeira / Romance
Tradução: Amilcar Bettega
Páginas: 160
Edição:
Formato: 14x21cm
ISBN: 978-65-5553-004-9
Ano de publicação: 2020
Publicação original: França, 2017
Dublinense 

“Mais do que a história de uma transformação, o romance narra a aventura de uma passagem da sombra à luz, uma busca pela verdade interior.” – Claire Julliard, L’Obs

“O romance — muito bem acabado, sóbrio e preciso — evita a farsa, assim como a tragédia sentimental e o ensaio conformista em torno do tema da identidade sexual. A autora explora incansavelmente as zonas fronteiriças das relações instáveis que cada um de nós estabelece com o próprio corpo.” – Gille Chenaille, Marie-Claire

“O livro caminha sobre o fio tênue dessa irreprimível necessidade de tolerância. Para Récondo, tudo parte sempre do corpo, essa substância delicada que ela manuseia com uma plenitude respeitosa”. – Marine Landrot, Télérama